Território Inimigo
Literatura, História, Museologia e Numismática. Sítio de Goulart Gomes, o criador do Poetrix.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Meu Diário
12/09/2012 06h06
PALAVRAS QUE LIBERTAM 102: Nenhuma dor será em vão

Nenhuma dor será em vão

A experiência humana é a mais eficaz para as almas que necessitam evoluir. Ao se vincular a um corpo físico, o espírito tem a oportunidade de viver com as limitações inerentes à sua condição, mas que o protegem das amargas lembranças do passado, quando errou e foi vítima dos equívocos de tantos outros.

Estar na Terra e poder recomeçar é um grande presente que devemos louvar e agradecer diariamente. Ainda que as provas nos maltratem, é preciso saber enxergar mais adiante. Perceber que nenhuma dor, nenhuma privação será em vão. Tudo tem um propósito, por mais insignificante que pareça e assume uma grandiosidade quando é capaz de transformar um ser humano.

Seja humano, já que estás nesta condição, mas valoriza, coloca acima das necessidades da carne, os teus valores morais. Eles serão o retrato de quem és na mais pura essência. Os atributos físicos, o poder econômico, as posses materiais não revelam quem tu és.

Seja belo enquanto espírito imortal para que esta luz irradie em teu semblante e estampe as tuas melhores qualidades.

Que a capacidade de praticar o perdão, a generosidade, a paciência, a tolerância, a compaixão sobrepuje qualquer tendência para o mal, seja em forma de omissão, de egoísmo, luxúria, vaidade ou orgulho.

Seja honesto e coerente com teus valores morais que serás inspiração para um mundo ainda maltratado pela violência e pela falta de amor.

Transborde amor e paz, que estarás contribuindo com uma importante parcela para que o planeta se regenere e seus habitantes possam finalmente ser felizes de fato.

Luz e paz!

Maria Rosa

(mensagem psicografada pela médium Cristina Barude, Salvador, 30.08.12)

 


Publicado por Goulart Gomes em 12/09/2012 às 06h06
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Cristina Barude). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.